Blog

Betalabs

Arquivo da categoria: Comércio Eletrônico

Os principais gatilhos mentais do consumidor

GATILHOS_MENTAIS_CONSUMIDOR

A psicologia é um fator essencial e determinante na maioria das estratégias de marketing. Isso se deve porque todas as nossas decisões, desde as mais simples às mais complexas, são tomadas primeiro no inconsciente. Depois, elas surgem em nossa consciência, transmitindo a sensação de que estamos tomando uma decisão de forma racional, e então agimos de acordo com o que decidimos.

Esse processo, dependendo da complexidade da decisão, pode demandar bastante energia do nosso cérebro. Para não precisar fazer todo um trabalho de reflexão a cada tomada de decisão e evitar a fadiga mental, nosso cérebro adota algumas diretrizes, os chamados gatilhos mentais.

E para que eles são úteis? 

Os gatilhos mentais, quando aplicados da maneira correta, são capazes de ajudar no engajamento dos seus consumidores, motivando-os a agir. Em outras palavras, eles podem atuar como incentivadores em uma decisão de compra.

Listamos abaixo os principais gatilhos utilizados em marketing que poderão ser úteis ao seu negócio e como aproveitá-los da melhor maneira. Confira!

Segurança

Quando você oferece um produto ou serviço, é fundamental demonstrar-se confiante e seguro em relação àquilo que está vendendo. Esse gatilho diz respeito tanto à segurança transmitida pela sua loja quanto à sensação de segurança que seu produto causa no consumidor.

Como aplicar
  • — “Resultados em 1 semana ou devolvemos o seu dinheiro”;
  • — “99% clientes satisfeitos”.
Escassez

Sabe aquele papo de que “é preciso perder para dar valor”? Acredite ou não, mas essa mesma lógica funciona também para os negócios. As pessoas tendem a valorizar aquilo que é escasso e há uma explicação para isso: nosso inconsciente costuma associar que quanto mais difícil for conseguir algo, mais raro e valioso é.

Como aplicar
  • — “Apenas 1 unidade restante em estoque”;
  • — “Vagas limitadas”;
  • — “Frete grátis para os 20 primeiros que comprarem”.
Urgência

Esse gatilho é muito parecido com o da Escassez, porém está relacionado ao fator temporal, pois o produto ou serviço oferecidos possuem um prazo limite para serem adquiridos. É agora ou nunca! Depois desse prazo, o consumidor perde a oportunidade de adquirir o produto ou de aproveitar um desconto, por exemplo. É um gatilho muito efetivo, pois diante dessa situação, tendemos a agir o mais rápido possível.

Como aplicar
  • — “Contagem regressiva para comprar”;
  • — “Só este fim de semana”;
  • — “Última chance”.
Prova Social

Por pertencermos a uma sociedade, querendo ou não, no nosso inconsciente, tendemos a seguir a maioria. Seres humanos sentem necessidade de pertencer a grupos que nos identifiquem como indivíduos, dessa forma, a prova social é um gatilho muito poderoso.

Como aplicar
  • — Depoimentos de clientes satisfeitos e  pesquisas de satisfação;
  • — Opiniões e imagens de pessoas influentes que utilizam seu produto;
  • — Quantidade de unidades vendidas.
Reciprocidade

“Gentileza gera gentileza”. Concorda? Seu inconsciente também. Nós temos uma tendência natural a querer retribuir algo que nos agrega valor de alguma forma. Portanto, se você pratica algum gesto que seu cliente entenda ser de coração, ele se sentirá grato e te retribuirá de alguma forma, seja compartilhando uma publicação, cadastrando o e-mail na sua lista ou mesmo comprando um de seus produtos.

Como aplicar
  • — Amostras grátis;
  • — Brindes.
Antecipação

Quando você assiste a um trailer empolgante de um filme que será lançado em breve, você fica ansioso pela estreia, certo? Assim funciona o gatilho da antecipação. Ele diz respeito às nossas expectativas em relação a algo que está por vir e, portanto, é muito poderoso, uma vez que o futuro é algo incerto e nos sentimos confortáveis quando as perspectivas são positivas. Estimular a novidade, antecipando informações sobre um lançamento é mais um modo de conquistar a atenção do público.

Como aplicar
  • — Planeje o lançamento do seu produto e comece a fazer publicidade, estimulando a curiosidade do público sobre o que está por vir.
Razão (Porque)

Como explicamos, por mais que nossas decisões sejam tomadas primeiramente em nosso inconsciente, nossa mente tende a procurar sempre por razões que justifiquem nossas ações. Quando encontramos esses “porquês”, acreditamos estar fazendo o certo.

Como aplicar
  • — Apresente os motivos pelos quais deveriam comprar seu produto/serviço;
  • — Quando usar os gatilhos de urgência e escassez, explique o motivo do prazo ou da oportunidade ser única.
Conclusão

Para concluir, os gatilhos mentais são poderosas ferramentas de persuasão, portanto devem ser utilizados com ética e responsabilidade. Se você não entrega ao público aquilo que promete e utiliza os gatilhos apenas para benefício próprio, você não estará persuadindo as pessoas, mas sim manipulando. E então seu negócio estará fadado ao fracasso. Lembre-se: A persuasão é a capacidade de entender o que o seu público pensa e deseja e se comportar de forma que os seus objetivos se alinhem a esses desejos e vice-versa.

Dia das Mães: Saiba como preparar sua loja e vender mais!

DIA_DAS_MAES

O Dia das Mães é uma das datas mais especiais do ano, pois é quando temos a oportunidade perfeita de prestigiar nossas mães, avós, esposas e todas as outras mães que são importantes em nossas vidas.

Devido a esse grande apelo emocional, é uma das datas comemorativas com maior faturamento no e-commerce. De acordo com o E-bit, o faturamento do Dia das Mães no comércio eletrônico foi de R$ 1,62 bilhão em 2016, com um crescimento nominal de 8% em relação ao ano anterior.

Este ano, a data acontece no dia 14 de maio. Se a sua loja ainda não está preparada, confira uma lista de dicas que elaboramos para você!

Como preparar minha loja para o Dia das Mães?
Adapte seu layout à data

O layout é a parte visível do seu site, é como se fosse a sua “fachada”. Você pode decorar ele com tons de rosa e vermelho, botões call-to-action atraentes, imagens especiais, modais (pop-ups) comemorativos e banners. Atente-se apenas para que a usabilidade de seu site não seja prejudicada e sua página não fique visualmente poluída, podendo atrapalhar o usuário.

Crie uma categoria especial para o Dia das Mães

Muitos clientes podem chegar à sua loja não sabendo exatamente qual presente comprar, o que atrapalha um pouco a jornada até o checkout. Facilite a vida desses clientes criando uma categoria de produtos para a data, selecionando todos os seus itens que atendam ao público feminino e destacando aqueles que seriam ideais para a ocasião.

Monte kits temáticos com produtos relacionados

Kits são excelentes soluções para aqueles que não querem deixar de presentear alguém, mas não têm tempo ou disponibilidade para procurar. Além de ser uma mão na roda para o consumidor, eles ajudam a aumentar o ticket médio do seu e-commerce e são úteis para dar aquele empurrãozinho na venda daqueles itens que não estão tendo tanta saída.

Crie cupons de desconto e ofereça preços promocionais

Consumidores adoram descontos! Sendo assim, promoções são indispensáveis em datas como essa, principalmente quando elas estimulam o consumidor a colocar mais de um produto no carrinho. Considere os produtos da categoria que podem entrar em promoção sem apresentar riscos ao seu faturamento e aposte em cupons de desconto exclusivos para a data. Veja mais dicas de como criar cupons de desconto de forma inteligente clicando aqui.

Ofereça embalagens de presente temáticas

Muitos dos produtos comprados na categoria Dia das Mães serão dados como presente, então oferecer a seus clientes a opção de levar embalagens de presente bonitas junto com esses produtos é um diferencial frente à sua concorrência e pode ser vantajoso para você. Por exemplo, você também pode fazer com que a embalagem seja grátis para compras a partir de determinado valor, estimulando assim o aumento do ticket de compra.

Ofereça condições de entrega especiais

Quando se trata de presentes, o prazo de entrega é uma das coisas que mais preocupa quem opta por fazer a compra pela internet. Portanto, analise se é possível oferecer entrega expressa nesse período. Se os os seus produtos permitirem, as opções de entrega mais rápidas costumam ser por motofrete. O Sedex10 oferecido pelos Correios também são uma boa opção. Além disso, ofereça um serviço de rastreamento da encomenda para que o cliente possa acompanhar o pedido.

Otimize sua loja

Estimando que seu site receberá um volume muito maior de acessos durante esse período, certifique-se de que seus servidores darão conta e, caso seja necessário, faça ajustes para garantir que seu negócio não falhe nesse quesito.

Faça postagens e campanhas para as mídias sociais

Hoje em dia, as redes sociais são ferramentas poderosíssimas em termos de divulgação. Campanhas criativas podem viralizar facilmente e aumentar o alcance da sua loja, promovendo sua marca e atraindo novos públicos. Você pode, por exemplo, criar imagens divertidas para serem compartilhadas, ou ainda fazer uma campanha para que seus clientes postem fotos com suas mães com alguma #hashtag criativa.

Envie campanhas de e-mail marketing

E-mails também são grandes ferramentas para promover campanhas de marketing em datas comemorativas. Não deixe de enviar à sua base e-mails com os produtos que são tendência para o Dia das Mães, os mais populares e aqueles que estão com descontos especiais. Não se esqueça de destacar o link para a sua categoria de produtos voltados para a data e, se quiser, você pode também criar um e-mail divulgando o cupom de desconto que você criou!

❤ E não se esqueça!

Mãe é sentimento puro! O consumidor sentirá a diferença se a sua loja tratá-las com carinho e capricho. Portanto, além de todas essas dicas, faça bom proveito do teor emocional que a data pede.

28 de abril: Saiba como aproveitar o Dia do Frete Grátis sem sair no prejuízo!

DIA_DO_FRETE_GRATIS

Inspirado no Free Shipping Day, ação tradicional nos Estados Unidos que acontece desde 2008, o Dia do Frete Grátis é um evento idealizado pelo BuscaDescontos, pioneiro da Black Friday no Brasil. Em 2017, a data acontecerá no dia 28 de abril, última sexta-feira do mês.

Oportunidades

▶ Para os consumidores, a data é uma excelente oportunidade para comprar sem se preocupar com o valor da entrega, fator determinante na finalização de muitas compras, uma vez que no Brasil, devido às dimensões territoriais, o valor cobrado pelo envio reflete 55% da taxa de abandono de carrinhos em lojas virtuais.

▶ Para os lojistas, pode ser uma chance de atrair mais consumidores e fidelizar aqueles que já são clientes, além de gerar mais vendas e aumentar a conversão.

▶ A ocasião é uma ótima oportunidade para antecipar os presentes do Dia das Mães, que acontece duas semanas depois, e é uma das datas com maior faturamento no e-commerce.

Porém…

Como em todas as outras ações de marketing, a ausência de planejamento pode acabar trazendo prejuízos e resultados contrários ao esperado. O primeiro passo para que isso não aconteça é entender que o frete grátis nunca será realmente gratuito. Esse custo precisa sair do bolso de alguém, e isso muitas vezes implica em abrir mão de uma parte da margem de lucro sobre os produtos. No entanto, se a ação for bem planejada, o retorno pode ser muito mais vantajoso.

Como saber então se vale a pena oferecer frete grátis em minha loja?

Para avaliar se ao oferecer frete grátis em sua loja virtual você estará fazendo um bom negócio ou dando um tiro no próprio pé, a primeira dica é analisar se as margens de lucro da sua loja são suficientes para cobrir a gratuidade do frete dos produtos que serão vendidos. Faça uma análise minuciosa do volume de vendas, do ticket médio, dos juros negociados e valores acordados com as soluções de logística. É essencial fazer uma correta determinação de custo e cálculo de frete para os itens vendidos.

Seja pontual em relação à informação de prazos e políticas de entrega e procure fazer um monitoramento permanente dos indicadores relacionados.

Segundo pesquisas da e-bit, sete em cada dez consumidores evitam pagar frete nas compras em lojas virtuais. Conforme citado, mais da metade da taxa de abandono de carrinhos em lojas virtuais está relacionada ao valor cobrado pelo frete. Diante desses dados gerais, é válido verificar o quão determinante o preço do frete é para a finalização de uma compra em sua loja.

Outro ponto importante a ser considerado é em relação à logística reversa, para casos de devoluções e trocas.

Conheça as diferentes políticas de frete que você pode aplicar

Para todos os itens: A isenção da taxa de frete será aplicada para todos os produtos comprados.

Para alguns itens: Você pode selecionar apenas alguns produtos para fazerem parte do benefício. Escolha itens com boa margem de lucro, capazes de cobrir o custo do frete, e/ou de fácil distribuição. É uma tática bastante utilizada para queimar os últimos itens ou aqueles que estão parados no estoque.

Baseado no ticket médio: Significa que o frete será grátis para compras a partir de um determinado valor, baseado no ticket médio da sua loja.

Em uma área específica: Você pode definir uma política de frete grátis apenas para um perímetro específico. Pode ser uma solução estratégica para estimular o consumo em um município/cidade ou para aumentar a margem de lucro em regiões onde a distribuição seja mais barata.

Retirada na loja física: Se o seu e-commerce conta com uma ou mais lojas físicas, você pode oferecer ao seu cliente a gratuidade do frete, com a opção dele retirar no local.

Dicas para aumentar o ticket médio do seu e-commerce

AUMENTAR_TICKET_MEDIO

Saber o ticket médio da sua loja é um dos passos importantes para melhorar suas estratégias de vendas e marketing.

Calcular esse dado tão relevante é muito simples: basta pegar a quantia total de vendas em determinado período e dividir pelo número total de receitas deste mesmo período. Exemplificando, vamos supor que o volume de vendas em sua loja em determinado dia foi de R$ 5 mil,  sendo que 100 clientes compraram lá. Dividindo o total de vendas (R$ 5 mil) pelo número de clientes (100), obtemos uma média de R$ 50. Esse é o seu ticket médio, que, basicamente, significa o valor médio de uma compra em sua loja.

Mas por que é tão importante saber o ticket médio do meu e-commerce?

Quando você cria o costume de calcular seu ticket médio, você ganha um embasamento maior para estruturar uma ação de desconto e sua divulgação, frete grátis, entre outras estratégias de marketing sem gastar mais dinheiro com isso do que o necessário, tornando suas campanhas mais assertivas.
  

Confira algumas dicas que você pode adotar para aumentar o ticket médio de seu negócio

Dentre as estratégias de marketing, existem algumas dicas para aumentar o ticket médio das compras realizadas em sua loja e, assim, aumentar o faturamento, sem necessariamente aumentar os investimentos.

Ofereça cupons de desconto

Os cupons de desconto são uma excelente estratégia para aumentar o ticket médio da sua loja. Ofereça descontos gradativos para determinados produtos ou categorias, fazendo com que o consumidor enxergue vantagem em aumentar a compra. Por exemplo: se o seu ticket for de R$ 80, você pode oferecer um desconto de 10% nas compras acima de R$ 100. Dessa forma, o consumidor é estimulado a levar algum outro produto para poder usufruir do desconto.

Frete grátis

Seguindo a mesma lógica dos cupons, você pode oferecer frete grátis para compras a partir de determinado valor. Como no exemplo anterior, se o seu ticket for R$ 80, ofereça direito ao frete grátis nas compras acima de R$ 100. Para o consumidor, é mais vantajoso aumentar o valor da compra levando algum item a mais, se isso o fizer poupar o dinheiro do frete.

Cross-selling

Cross-selling é a prática de oferecer produtos ou serviços adicionais àquele que o usuário está adquirindo. É a mesma técnica utilizada em redes de fast-food, por exemplo, quando você pede um lanche e a atendente lhe oferece batata frita por mais x reais. No e-commerce, os produtos oferecidos não necessariamente são da mesma categoria, mas podem estar relacionados de alguma forma e complementar aquele que o consumidor tem intenção de comprar.

É comum a aplicação de descontos sobre os produtos adicionais sugeridos, caso o cliente os compre junto. Essa é uma tática que funciona, também, para dar mais saída àqueles produtos que sozinhos não apresentam uma margem de lucro razoável.

Montagem de Kits e Combos

De maneira similar ao cross-selling, acima citado, você pode montar kits ou combos com preços promocionais. Essa estratégia é ótima para atrair compradores, pois além do preço dos produtos sair menor do que se fossem vendidos separadamente, você pode aproveitar para circular aqueles produtos que não têm tanta rotatividade por si só, incluindo-os no pacote.

Aumente a oferta

Quanto mais produtos você oferecer, maior a chance dos seus clientes se interessarem por algum outro produto que, de início, não estavam planejando comprar.
  

Planeje e divulgue suas ações

Para todas as estratégias citadas acima, é muito importante que você se planeje. Se não houver planejamento, pode até ser que essas ações aumentem seu ticket médio, mas ao mesmo tempo podem ser um tiro no pé, trazendo mais prejuízo do que lucro.

Elabore um planejamento dessas ações, um cronograma e meça os resultados para saber o impacto de determinada ação. No fim, você conseguirá ver os resultados que ela trouxe e servir como base para as próximas ações. O importante é procurar conhecer seu cliente, seu perfil e hábito de compra para sempre ter a melhor oferta e conquistá-lo.

Quais certificações e selos de segurança são essenciais para sua loja?

CERTIFICADOS_SELOS_SEGURANCA

Apesar de se tornar cada vez mais comum o hábito de realizar compras virtualmente, muitos consumidores se sentem receosos em relação à segurança das lojas virtuais, afinal existem riscos de fraudes. Quando um e-commerce não fornece nenhum recurso de segurança de dados, ele acaba abrindo brechas para invasões e roubo de dados.

Isso tudo pode acabar impactando negativamente em suas vendas, mas há maneiras de evitar fraudes e ao mesmo tempo tranquilizar seus clientes quanto à segurança que seu site oferece.

Atualmente, existem diversos certificados de segurança para sites e e-commerce. Confira abaixo as três etapas de segurança e os diferentes tipos de certificações que garantirão maior proteção e menor vulnerabilidade para sua loja:

Etapas de segurança

1. Certificado Digital SSL

O Certificado Digital SSL (ou SSL) é indiscutivelmente obrigatório em seu e-commerce, uma vez que a responsabilidade de guardar os dados de seus clientes é sua.

O que o Certificado SSL faz? Ele é responsável por criptografar as informações inseridas pelo cliente, garantindo a segurança desses dados. De maneira simplificada, funciona assim: quando o cliente insere suas informações pessoais na sua loja virtual, os dados são criptografados de modo que apenas o servidor do site é capaz de ler o conteúdo. E isso é válido também para o caminho inverso, quando o site envia informações para o cliente.

Um site com SSL pode ser identificado pelo “HTTPS” no início da URL ou pelo cadeado verde aparente na barra de endereço do navegador:

ssl

Existem algumas modalidades diferentes de SSL, que devem ser utilizadas de acordo com a necessidade de cada negócio. As principais são:

SSL Simples: Criptografa a mensagem que foi inserida no seu site, protegendo os dados de seus clientes.

SSL EV: Além de realizar a mesma função do SSL simples,  esse certificado valida também informações da empresa, como CNPJ e endereço. Ele faz com que a barra dos navegadores fique verde, ou seja, indicam ao cliente que o site é seguro. Além de tornar visível sua razão social, agregando valor à sua marca.

SSL Wildcard: Esse Certificado SSL é indicado para lojistas que possuem vários subdomínios. Por exemplo, webmail.lojavirtual.com, carrinho.lojavirtual.com, etc. O Wildcard permite que sejam incluídos novos subdomínios, sem custo durante a duração do contrato.

2. Blindagem de Sites

A blindagem de site tem como objetivo verificar as vulnerabilidades do seu e-commerce a fim de protegê-lo. Ao tornar seu site blindado, você diminui as chances de invasão e evita consequências como: derrubar sua página para prejudicar seu negócio, ter acesso ao seu banco de dados, acessar informações pessoais de seus clientes, inserir vírus/malware em sua loja, etc. A tarifa cobrada pelos serviços de blindagem de sites costuma ser baseada na quantidade de visitas que seu site recebe. Apesar de não ser uma etapa de segurança obrigatória, a blindagem garante que seu cliente se sentirá mais seguro ao realizar uma compra em sua loja.

3. WAF (Web Application Firewall)

O Web Application Firewall é mais uma ferramenta que pode proteger sua loja virtual, com o diferencial de que ela age de forma proativa. E o que isso significa? Caso seja detectada uma suspeita de invasão, roubo de dados, entre outras ações que podem prejudicar sua loja, o WAF identifica e interrompe essa ação.

A contratação desse serviço é feita com empresas de segurança, como a Site Blindado, e seu custo é alto; mas, em contrapartida, ele garante segurança máxima para seu e-commerce, barrando qualquer tentativa de invasão. O WAF é mais indicado para grandes negócios.
  

Após proteger seu site, transforme o investimento em segurança em vendas!

Seus clientes prezam pela segurança de suas informações, afinal ninguém quer correr riscos de fraude, como ter seu cartão de crédito clonado, por exemplo. Portanto, informe a seus consumidores que seu site é 100% seguro adicionando selos e certificados de segurança na página e evidenciando suas práticas de proteção contra fraudes. Dessa forma, seus consumidores se sentirão mais seguros comprando em sua loja, e você verá suas vendas alavancando!

O que você precisa saber para integrar varejo físico e online

VAREJO_FISICO_ONLINE

Uma das tendências do varejo hoje é a integração entre os ambientes online e offline, ou seja, entre as lojas virtuais e as físicas. Cada vez mais, a visão de que ambas devem ser iniciativas paralelas, ainda que pertençam a uma mesma empresa, está mudando.

O próprio consumidor não faz distinção entre elas. Conforme abordado anteriormente, os clientes de hoje são multiplataforma e buscam informações em diversos canais de comunicação antes de realizar uma compra, o que cria a necessidade de uma abordagem OmniChannel.

Por esse motivo, grande parte das empresas estão buscando unificar o varejo on e offline, integrando a loja física com a virtual e vice-versa, afim de melhor atender às novas demandas do público consumidor.

Mas quais as vantagens em integrar todos os canais de venda?
Para o lojista

As principais vantagens para o lojista são a possibilidade de alcançar novos clientes e proporcionar a eles uma melhor experiência de compra, tão valorizada nos dias de hoje.

Ao utilizar o e-commerce como uma expansão de sua loja física, você aumenta sua presença e consequentemente o seu volume de vendas.

Para o consumidor

As vantagens para o consumidor final são muitas. Uma das principais é a possibilidade de realizar uma compra através do e-commerce e retirar o produto na loja física mais próxima a ele, eliminando o custo do frete e diminuindo o tempo de espera pela entrega. Esse caso, por exemplo, é uma ótima oportunidade para que o varejista possa estreitar o relacionamento com o seu cliente, oferecendo-lhe também uma melhor experiência e aumentando a sua satisfação.

Se você ainda não viu motivos para integrar a sua loja física a um e-commerce, vamos listar aqui alguns:
Os clientes buscam online

Como já falamos no início do post, o público consumidor está cada vez mais procurando informações online sobre um produto antes de comprá-lo. Segundo uma pesquisa feita pelo Google, 74% dos consumidores pesquisam na internet enquanto estão decidindo comprar na loja física. No meio do caminho, o consumidor pode acabar optando por comprar online, e isso afeta diretamente no seu faturamento.

Loja disponível a qualquer momento

No ambiente físico, a sua loja possui um horário de abertura e fechamento, certo? Já no e-commerce, ela fica aberta 24h por dia, possibilitando ao cliente comprar no horário que ele deseja, incluindo fins de semana e feriados.

Alcance e escala

Expandindo seu negócio para o ambiente online, você expande também o seu raio de alcance, tendo a possibilidade de realizar vendas para locais em que você não possui lojas físicas – desde um bairro mais distante até outros estados! Dessa forma, sua loja consegue abranger um público maior, impactando positivamente em seu faturamento.
  

A plataforma Betalabs conta com ERP nativo para vendas diretas via PDV para projetos personalizados. Para saber mais, acesse nosso site ou entre em contato conosco!

Ofereça cupons de desconto em seu e-commerce de forma inteligente

CUPONS_DESCONTO

Os cupons de desconto são uma prática bastante comum no exterior, principalmente nos EUA, e têm se popularizado cada vez mais aqui no Brasil.

O cupom é uma forma de oferecer ao consumidor a oportunidade de adquirir produtos ou serviços por um preço abaixo do normal. E quando o consumidor sente que está diante de uma vantagem real ou de uma chance de economizar dinheiro, a conversão é quase certa – mesmo que, muitas vezes, ele esteja comprando algo de que não precisa!

Oferecer cupons de desconto pode trazer à sua loja uma série de benefícios, mas é preciso ter planejamento. Se utilizados da maneira errada, eles podem acabar sendo um tiro no pé. Confira algumas dicas que preparamos para te ajudar a utilizar os cupons de maneira inteligente e vender mais!

Identifique a necessidade de cada produto

Alguns produtos são capazes de se vender sozinhos, outros precisam daquele empurrãozinho. No segundo caso, os cupons são uma ótima solução. Já no primeiro, conceder um desconto pode mais atrapalhar o faturamento do que ajudar. Portanto, é essencial conhecer bem o histórico dos produtos que a sua loja oferece e a lucratividade deles, antes de qualquer coisa. Essa análise irá melhorar a sua estratégia na utilização de cupons, pois você saberá quais produtos merecem desconto, quais não precisam, qual a porcentagem que poderá ser concedida, etc.

Ofereça descontos por categoria de produtos

Cada produto possui seu custo e margem de lucro. Oferecer cupons que valem para todos os produtos de todas as categorias da loja sem que haja um planejamento antes não é inteligente e não compensa. Ao fazer isso, você pode acabar concedendo um desconto que traz resultados muito bons para um produto, mas ao mesmo tempo traz prejuízo para outro, por exemplo. O ideal é agrupar os produtos em categorias e elaborar diferentes cupons para cada uma delas, evitando que produtos tenham sua margem afetada.

Evite e recupere carrinhos abandonados

Muitos visitantes de lojas virtuais adicionam produtos que os interessam ao carrinho, mas, por algum motivo, acabam por não finalizar a compra. O cupom de desconto pode ser uma ótima maneira de evitar tal abandono, ou até mesmo recuperar um carrinho previamente abandonado. Utilizando uma ferramenta para recuperação de carrinho,  envie e-mails personalizados para os clientes oferecendo um desconto na finalização daquela compra e veja suas conversões aumentarem!

Aumente seu ticket médio

Cupons de desconto servem também para aumentar o ticket de compra em sua loja. Por exemplo: se o seu ticket médio for R$ 100, você pode oferecer um desconto de 10% nas compras acima de R$ 150. Dessa forma, o consumidor é estimulado a levar algum outro produto para poder usufruir do desconto.

Fortaleça os vínculos com seus clientes

Além de ser mais fácil vender para um cliente que já comprou em sua loja do que conquistar novos consumidores, oferecer descontos para sua base de clientes é também uma maneira de reforçar o vínculo entre eles e a sua marca, para oferecer a eles as melhores condições e, consequentemente, fidelizá-los.

Invista nos cupons sazonais e por tempo limitado

Pesquisas mostram que algumas épocas do ano são excelentes para o comércio online, como o Natal, a Black Friday, etc. Em contrapartida, datas como o começo do ano, feriados e finais de semana são consideradas ruins. Trace uma estratégia e aproveite ambos os contextos para oferecer cupons e estimular o cliente a consumir na sua loja. Você pode, por exemplo, conceder cupons válidos apenas para determinado final de semana, a fim de aumentar as vendas nos dias em que os resultados não costumam ser tão bons.

Usufrua dos benefícios da divulgação

Não adianta elaborar cupons de desconto se ninguém tomar conhecimento deles. Divulgue essas ações em redes sociais, anúncios e banners em sites e blogs, e-mail marketing, entre outros, para que seu público-alvo possa participar dessa promoção.

Além disso, descontos atraem consumidores. Quando alguém encontra um cupom realmente atrativo e vantajoso, a tendência é compartilhar com os amigos, e o cupom ganha chances de viralizar. Ao mesmo tempo que isso é ótimo para suas vendas, pode se tornar um problema se a demanda for maior que a oferta. Portanto, tenha controle do seu estoque para evitar a falta de produtos.

Aproveite para liquidar produtos com maior dificuldade de venda

Em toda loja virtual há aqueles produtos que são menos vendidos. Você pode utilizar os cupons de desconto para liquidar esses produtos e fazer um giro de estoque.

  

cupon-128x128A plataforma Betalabs oferece suporte para cupons de desconto. Nestes casos, ao trabalhar com cupons, é gerado e emitido um código para o cliente que lhe garante descontos no valor da compra, sendo possível definir propriedades como limite de uso (número de utilizações limitado ou não), bem como prazos para o uso ou categorias de produtos para as quais o cupom é válido. Este tipo de desconto depende de uma interação do cliente (informar o número do cupom), mas, assim como promoções, também pode ser classificados em três tipos: desconto em porcentagem, desconto em valor fixo ou frete grátis.

Como humanizar seu e-commerce com mensagens personalizadas?

COMO_HUMANIZAR_SEU_ECOMMERCE

Conforme abordamos anteriormente, o foco no relacionamento com o consumidor é uma das tendências para o e-commerce este ano, bem como a personalização de conteúdo e ofertas para diferentes alvos. Isso abrange a humanização das marcas, uma estratégia de marketing muito eficiente quando se trata de estreitar e alimentar relações com os clientes, sendo capaz de gerar credibilidade e engajamento.

Porém, contrariando o que muitos diretores de marketing acreditam, a humanização da marca deve ir bem além das mensagens personalizadas. Ainda que elas sejam uma ferramenta bastante utilizada, não são suficientes para humanizar de fato o seu negócio.

Deixar de lado o posicionamento corporativista e a publicidade em seus moldes mais tradicionais pode ser encarado como o primeiro passo rumo à comunicação humanizada, por exemplo.

Veja a seguir algumas dicas do que você precisa levar em consideração para tornar seu negócio mais humano:

Faça presença nas mídias sociais

O simples fato de possuir conta em várias redes sociais não significa muito quando não se marca presença constante nelas. É preciso mais do que as interações formais comuns em perfis corporativos, por exemplo. Lembre-se sempre de que as pessoas gostam de se relacionar com seres humanos, e não com robôs! Portanto, responda comentários, ofereça conteúdos e preste atendimento com maior frequência, agilidade e atenção. Hoje em dia existem inúmeras ferramentas no mercado que permitem estabelecer um contato regular com os usuários na internet.

Deixe a propaganda de lado

Uma das principais dicas que se aprendeu com as mídias sociais é que é preciso se tornar amigo do seu público alvo, em vez de enchê-lo de propagandas e anúncios de produtos, deixando-o distante. Alguns pontos que podem cumprir essa proposta de aproximação com o usuário são: respostas bem humoradas nas redes sociais, questões sobre cultura pop, a vida ou a sociedade em geral, citações e imagens inspiradoras ou até memes.

Conte histórias

O storytelling é um dos artifícios do marketing de conteúdo utilizado para narrar uma história ao público alvo, a fim de despertar sentimentos e estabelecer laços com o consumidor, uma vez que o apelo emocional é capaz de gerar uma aproximação mais íntima.

Crie personas

Uma persona é, como o nome sugere, uma personagem criada para ajudar sua empresa a compreender melhor quem são seus clientes (e potenciais) e suas necessidades. A utilização desse recurso pode servir apenas para direcionar as estratégias de marketing, numa fase anterior à comunicação, ou mesmo para ser apresentada oficialmente ao mercado, na forma de um mascote ou um “garoto-propaganda”, por exemplo. De modo divertido, a persona ajuda a romper com o anonimato conceitual, agregando formas humanizadas à marca.

Promova eventos

Os eventos são ótimas oportunidades de se aproximar do seu público consumidor. Através deles é possível proporcionar experiências únicas com a sua marca, que contam muito na construção de um relacionamento mais sólido e com base em uma troca útil para ambos os lados.

Entenda a necessidade de oferecer um bom SAC em seu e-commerce

ATENDIMENTO_CONSUMIDOR

Um bom serviço de atendimento ao consumidor é um dos ingredientes para obter sucesso nas vendas. Lojas virtuais que dispõem de um SAC ágil, eficiente e focado na experiência do cliente são capazes de fortalecer sua reputação e transmitir uma boa imagem para potenciais clientes.

De acordo com um estudo realizado em 2010 pelo Corporate Executive Board, nos EUA, e publicado pela revista Harvard Business Review,23% dos clientes que têm boas experiências ao contatar o SAC de uma empresa falam bem dessa empresa para pelo menos outras 10 pessoas.

Por outro lado:infografico-cliente-insatisfeito

Esses números, que são do início da década, ficam ainda mais acentuados nos dias de hoje com as redes sociais. Estas, por sua vez, são uma faca de dois gumes. Um único post em uma rede social com grande alcance pode gerar bastante repercussão, e da mesma forma que um feedback positivo pode ser de grande ajuda, um negativo é capaz de manchar a reputação de uma marca.

E já que falamos em feedback negativo, dentre as reclamações feitas nas redes sociais, mais da metade está relacionada ao mau atendimento (ou até mesmo à falta dele). Todavia, quando um cliente reclama de algo e recebe uma resposta da loja tentando entender e resolver o problema, o nível de irritação se esvai ao passo que o cliente sente que a empresa se importa com a experiência de compra dele, e muitas vezes as queixas são retiradas.

Dada a importância do atendimento ao consumidor para seu e-commerce, confira algumas dicas de como melhorá-lo:

Invista no auto atendimento em seu site

Ferramentas de auto atendimento podem reduzir em até 80% o volume de mensagens recebidas pelo SAC, garantindo agilidade para o cliente e redução de custos para a empresa.

Certas dúvidas nunca mudam (e suas respostas, também!)

Atente-se às dúvidas que insistem em aparecer em seus canais de atendimento e procure listá-las na seção de perguntas frequentes (FAQ) de seu site. Além de esclarecer dúvidas comuns dos clientes rapidamente, oferecer um FAQ eficiente também demonstra interesse da loja em auxiliar seu público. Portanto, mantenha sua seção sempre atualizada.

Agilidade nas respostas

Quando nem o autoatendimento nem o FAQ são capazes de sanar as dúvidas de um cliente, ele entrará em contato – seja via chat, e-mail, redes sociais, formulário de contato ou telefone – e quanto mais rápido sua loja se prontificar em atendê-lo e solucionar sua dúvida ou problema, mais pontos você ganhará com seu consumidor. Se o contato vier por chat ou telefone, nunca ultrapasse a espera de 5 minutos. E em hipótese alguma demore mais de 1 dia para dar um retorno.

Utilize plataformas multicanais

Ferramentas multicanais são ótimas formas para melhorar o SAC e o atendimento de e-commerces, isto porque, esperando uma maior dinâmica, o cliente pode entrar em contato com diferentes canais de atendimento, caso não tenha encontrado a solução.

Com este tipo de integração, tendo acesso ao histórico do cliente, você economiza tempo e reduz o stress dele ter que tratar de todo o problema novamente.

Uma venda não acaba no pagamento

Se você pensa que uma venda acabou no momento em que recebeu o pagamento, você está enganado! O pós-venda é um momento fundamental e negar ou dificultar o contato com o consumidor após a compra é um erro imperdoável que muitas lojas ainda cometem. Lembre-se que pessoas que já compraram em sua loja uma vez serão sempre clientes em potencial e por isso é importante dar atenção a elas, principalmente nos momentos em que essa atenção for solicitada.

Treine sua equipe

Independente do tamanho de sua empresa, é importante que todos os colaboradores estejam preparados para atender clientes caso seja necessário em algum momento.

Por que sua loja virtual deve estar presente em marketplaces?

MARKETPLACES

Com o aquecimento e o crescimento do mercado de e-commerce, um dos modelos de negócio que vem conquistando cada vez mais destaque são os marketplaces. E a razão é simples: nessa modalidade de e-commerce, ambas as partes envolvidas saem ganhando.

A grosso modo, esse ganho bilateral se dá da seguinte forma: O lojista, por estar integrado a um grande varejista, poderá usufruir da estrutura de marketing e comunicação da plataforma, divulgando seus produtos para um volume maior de consumidores e contribuindo para o aumento de suas próprias oportunidades de venda, faturamento e SEO. O grande varejista, por sua vez, ao reunir mais itens em seu site, passa a dispor de um leque maior de produtos sem a necessidade de lidar com múltiplos estoques ou fretes (aspectos administrados pela loja responsável pelo produto vendido), além de contar com uma porcentagem de ganho sobre cada venda e, é claro, atrair ainda mais visitantes para a página.

Que outros benefícios podem impactar positivamente se eu integrar meu negócio a um Marketplace?
1. Visibilidade

Marketplaces apresentam números significativos de acessos diários. O MercadoLivre, por exemplo, é a plataforma de comércio online mais acessada no Brasil e conta com uma média de 2.500 buscas por segundo, segundo dados divulgados pela empresa. Muitos consumidores online costumam procurar os grandes varejos para consultar preços de produtos e efetivar suas compras nestes espaços que já conhecem e confiam. Ou seja, ao integrar seu e-commerce a um desses espaços, você expõe seus produtos para mais pessoas e tem a chance de alcançar um público com interesse e poder de compra com maior facilidade.

2. Baixo investimento e redução de custos

Por tratar-se de plataformas que já contam com uma estrutura de divulgação e soluções prontas para quem quer anunciar produtos, o gasto com publicidade acaba sendo bem menor para sua empresa. Basta negociar a comissão com o marketplace e sair vendendo. Ele fornece a “vitrine” pronta para você expor seus produtos e ainda ganha tráfego, visitação, expertise e ferramental de marketing e mídia.

3. Alto retorno

Levando em conta o investimento em tecnologia, marketing e mídia que você precisaria fazer para alcançar a audiência de um marketplace, a margem de lucro é alta.

4. Aumento das vendas

À medida que a visibilidade e divulgação dos produtos de sua loja aumentam, crescem também as vendas e o faturamento.

5. Relevância SEO

O aumento da visibilidade da sua marca lhe dará mais relevância em SEO também, uma vez que sua loja e seus produtos serão mais visitados. Em outras palavras, isso ajudará sua loja a subir posições no ranking dos mecanismos de busca, como o Google, fazendo com que seus produtos sejam mais facilmente encontrados.
  

A plataforma e-commerce Betalabs, além de nativamente integrada ao ERP Cloud, conta com uma série de integrações com os maiores Marketplaces do mercado nacional, como o MercadoLivre, B2W, Cnova, Walmart, entre outros. Clique aqui para saber mais!

Dicas e artigos sobre ERP e plataforma e-commerce

Betalabs Tecnologia - Rua Urussuí 300, 9º andar - Itaim Bibi - CEP: 04542-051 - São Paulo - SP