Blog

Betalabs

Arquivo da categoria: Rasgando o Manual

Seja paranóico com custos!

custo

Série Rasgando o Manual

A Betalabs é uma empresa que se orgulha por ser definida por três simples palavras: Tecnologia, Meritocracia e Austeridade. Nós acreditamos que uma operação sólida, lucrativa e baseada em um time de ponta são a chave para o crescimento sustentável de um negócio.

Pensando em difundir nossa visão sobre empreendedorismo faremos uma série de posts com o tema “Rasgando Manual”. Vale lembrar que essa é a nossa visão (que funciona pra gente) e não uma verdade universal.

Seja paranóico com custo!

A maioria dos cursos ou livros que abordam gestão financeira enfatizam sempre a necessidade de um bom planejamento de fluxo de caixa como questão vital para qualquer negócio. Esse controle é, de fato, extremamente importante, mas costumamos olhar mais para ele como uma ferramenta indispensável para mapear e cortar custos desnecesssários ao negócio.

A lógica por trás desse raciocínio é bastante simples: Lucro é o resultado do cálculo simples de receitas menos despesa. Analisando a equação do ponto de vista de previsibilidade e controle é obvio que é mais fácil projetar e controlar custos, afinal ele depende mais da sua operação que a receita que é mais afetada pelo mercado, por exemplo.

Tendo isso em mente a nossa sugestão para os empreendedores é levar muito a sério a paranoia com custos. É importante entender quais são as despesas realmente necessárias e evitar a unhas e dentes custos fixos! Custo fixo é dinheiro que abate mensalmente o lucro do negócio. Essa cultura precisa ser difundida entre os colaboradores para que seja aplicada em cada contratação ou compra, desde material administrativo até a escolha de fornecedores de infraestrutura. Parafraseando o pessoal do banco Garantia: “Custo é igual a unha, tem-se que cortar sempre.”

A filosofia de orçamento base zero é uma opção para começar a analisar custos de uma maneira mais crítica. Essa é uma abordagem que inverte a lógica tradicional do processo de orçamentação, na qual os gestores de departamentos justificam apenas as variações em relação aos anos anteriores. Num orçamento base zero, por outro lado, cada item do orçamento precisa ser explicitamente aprovado, e não apenas as alterações em relação ao ano anterior.

No nosso negócio o orçamento e a gestão de custo é extremamente estratégica, e mesmo tomando mais tempo dos gestores tem acompanhamento e reavaliação constantes para evitar que o negócio caia em uma armadilha de inflação de custo. Afinal quanto menor o custo fixo maior é a rentabilidade do negócio e quando não se tem capital de investidor cada centavo economizado vale muito no futuro da empresa!

Seja Insatisfeito!

insatisfacao2

Série Rasgando o Manual

A Betalabs é uma empresa que se orgulha por ser definida por três simples palavras: Tecnologia, Meritocracia e Austeridade. Nós acreditamos que uma operação sólida, lucrativa e baseada em um time de ponta são a chave para o crescimento sustentável de um negócio.

Pensando em difundir nossa visão sobre empreendedorismo faremos uma série de posts com o tema “Rasgando Manual”. Vale lembrar que essa é a nossa visão (que funciona pra gente) e não uma verdade universal.

Seja Insatisfeito!

Provavelmente esse título deve estar lhe causando alguma confusão. Entendemos essa confusão! Não há quem negue que a maioria dos conselhos que escutamos das pessoas que se importam conosco é que precisamos sempre buscar a felicidade e sermos satisfeitos com a nossa realidade. Não queremos que ninguém seja infeliz, mas se contentar sempre pode ser um grande atraso no seu negócio ou carreira.

Temos na Betalabs o conceito de insatisfação constante. Calma! Isso não significa que vivemos infelizes. Criamos esse conceito para garantir a manutenção do foco mesmo em momentos nos quais tudo parece correr extremamente bem. Aplicamos essa filosofia diariamente, comemorando conquistas mas sempre olhamos pra frente, sem esquecer das metas e lembrando que sucesso passado não é garantia de sucesso futuro.

Resumindo o conceito é preciso dispor de um mecanismo que nos deixe sempre alerta aos riscos e desafios do negócio. Sem isso é fácil perder o timing para tomar ações que evitem problemas futuros. É importante, no entanto, gerenciar essa filosofia de maneira saudável fazendo sempre um balanço das conquistas sem deixar que essa insatisfação vire uma sensação pessoal de frustração.

O desafio é, portanto, gerenciar as emoções de modo a garantir o foco no resultado sem ficar frustrado.

Entenda porque remuneração deve ser sempre atrelada a resultado. Meritocracia na veia

meritocracia

Série Rasgando o Manual

A Betalabs é uma empresa que se orgulha por ser definida por três simples palavras: Tecnologia, Meritocracia e Austeridade. Nós acreditamos que uma operação sólida, lucrativa e baseada em um time de ponta são a chave para o crescimento sustentável de um negócio.

Pensando em difundir nossa visão sobre empreendedorismo faremos uma série de posts com o tema “Rasgando Manual”. Vale lembrar que essa é a nossa visão (que funciona pra gente) e não uma verdade universal.

Entenda porque remuneração deve ser sempre atrelada a resultado. Meritocracia na veia!

Para nós a meritocracia é uma questão lógica. Entendemos que quem entrega mais deve ser premiado pelo feito, pois do contrário haverá falta de incentivo e uma tendência natural para que prevaleça sempre a lei do mínimo esforço.

Entendam, não estamos afirmando que todo mundo precisa ser super ambicioso ou viciado em trabalho, afinal sabemos que cada indivíduo tem seu plano de vida prórprio. Na realidade nosso modelo de trabalho visa organizar a empresa de modo a garantir que as pessoas mais eficientes sejam recompensadas e tenham oportunidade de crescimento ou até mesmo sociedade no negócio. O resultado disso é bom pra empresa e pro funcionário pois ambos aumentam suas receitas.

piramide

É claro que esse modelo apresenta alguns riscos e o principal deles está relacionado a uma boa avaliação de performance, explico: Quando funcionários são analisados de maneira comparativa as métricas de resultado precisam ser muito bem definidas e acompanhadas sob pena de ocasionar avaliações injustas que acabem desmotivando as pessoas. Além disso é importante que o gestor honre seus compromissos de promoções e bonificações para que a metodologia seja real e não apenas um discurso bonito.

No caso da Betalabs temos 3 sócios que começaram na empresa como estagiários. Foram pessoas que se destacaram pelo comprometimento, superaram desafios, bateram metas e se tornaram extremamente essenciais para o negócio. Hoje são líderes que além de compartilharem e difundirem a cultura da meritocracia entre os mais novos (sim o discurso precisa virar cultura dentro da empresa) tocam o negócio com cabeça de dono e enxergam muito além de suas atribuições diretas.

Essa semana tivemos a oportunidade de mostrar nosso trabalho no Conta Corrente da Globo News, segue abaixo o vídeo:

Rasgando o Manual: Não seja um startupeiro mamão!

mamaofbpostFechado

Série Rasgando o Manual

A Betalabs é uma empresa que se orgulha por ser definida por três simples palavras: Tecnologia, Meritocracia  e Austeridade. Nós acreditamos que uma operação sólida, lucrativa e baseada em um time de ponta são a chave para o crescimento sustentável de um negócio.

Pensando em difundir nossa visão sobre empreendedorismo faremos uma série de posts com o tema “Rasgando Manual”. Vale lembrar que essa é a nossa visão (que funciona pra gente) e não uma verdade universal.

Não seja um startupeiro Mamão, trabalhe duro!

Além de provedores de solulções ERP e e-commerce a Betalabs também é uma empresa de desenvolvimento de software. Nesses anos de operação já nos deparamos várias vezes com o startupeiro mamão, aquele sujeito que acredita que apenas uma ideia seja o suficiente  pra deixar uma pessoa rica.

Esse sujeito é aquele que tem uma ideia, faz um CANVAS, faz um CARTÃO DE CEO, procura um INVESTIDOR ANJO, monta um BELO E INFORMAL ESCRITÓRIO COM VIDEO-GAME, desenvolve um MVP, se não der certo PIVOTA e quando dá errado vira EMPREENDEDOR EM SÉRIE.

bingo-startupeiro

Criar uma empresa não significa ter uma ideia, montar um time, fazer um protótipo e conseguir investimento. É tirar a prova, dia após dia, numericamente, que a estratégia está se convertendo em vendas e que o negócio é escalável, ou seja, que os custos não crescem na mesma proporção do faturamento. Sempre nos perguntamos se esse indivíduo com cartão de CEO sabe o que a sigla chief executive officer significa, afinal imaginamos  que ele não disponha de um conselho de administração para responder e nem executivos para gerir.

O papel social de uma empresa é dar lucro, empresas que não geram caixa não sobrevivem. Vale lembrar que mesmo aporte de capital feito por anjos e investidores é finito e garantem somente um breve período de respiração. Empresas que, por sua vez, são lucrativas podem investir, contratar e inovar, garantindo assim um ciclo sustentável de crescimento. No nosso caso, por exemplo, o crescimento da empresa foi sustentado pela própria operação, batalhamos negócio a negócio e chegamos a vender produtos totalmente sob medida para gerar receita e fazer a empresa crescer com velocidade.

Na nossa visão o modelo baseado  em uma simples ideia é muito falho, isso porque nele o empreendedor começa a fazer a gestão baseada em uma ideia abstrata sem olhar efetivamente pro mercado. Nesse modelo o gestor só vai olhar pro consumidor potencial quando colocar o produto à venda.  Além disso, você acaba medindo o sucesso da sua empresa pela evolução do seu protótipo e não pela aceitação do mercado.  A realidade é que pode ser que ninguém compre sua ideia.

A Betalabs foi lucrativa desde seu primeiro mês de vida, todos os seus recursos foram reinvestidos no negócio em pessoas e ativos que gerassem resultados. Não existe nada desnecessário na nossa estrutura, temos um escritório funcional e sem luxo, isso nos ajuda a  lembrar sempre que ainda estamos longe do sucesso.

O nosso conselho para quem quer começar um negócio com essas características é ter uma planilha de orçamento planejando o volume de venda e os custos, baseando-se sempre no mercado e não nas perspectivas do empreendedor. Na sequência o foco deve ser a execução desse plano de maneira disciplinada, é preciso manter-se dentro do custo orçado e garantir que as vendas aconteçam, não será uma tarefa fácil.

Dicas e artigos sobre ERP e plataforma e-commerce

Betalabs Tecnologia - Rua Urussuí 300, 9º andar - Itaim Bibi - CEP: 04542-051 - São Paulo - SP
×

Temos um presente para você!

Receba gratuitamente nosso curso online "Rasgando o Manual" e aprenda o que você precisa sobre gestão de e-commerce!

  • Prático e com exemplos reais
  • Estruturado com foco em resultados e rentabilidade