Recorrência: entenda o aumento das assinaturas durante e após a pandemia

pagamento recorrente

Navegue por tópicos!

O universo de pagamento recorrente já está assimilado no Brasil e está ganhando popularidade em quase todos os mercados. 

Atualmente, você pode entrar em um clube de assinatura de praticamente qualquer coisa: de produtos de higiene a softwares, passando por cerveja e produtos de papelaria.

Por que este modelo se tornou tão popular?

Em lugar de se comprometer com um produto, os membros podem experimentar diferentes itens e encontrar o que mais gostam através das assinaturas

Por sua vez, as empresas que usam esse modelo capturam receitas previsíveis em um sistema mutuamente benéfico.

Ter um contrato de recorrência com os clientes também dá às empresas um controle maior dos recursos e serviços pelos quais as pessoas estão dispostas a pagar. 

Os clientes têm maior probabilidade de sair se um serviço não agregar mais valor. Essa informação facilita a previsão do crescimento da receita e também o rastreamento como os clientes entendem o valor do seu produto ao longo do tempo.

Quando você percebe como a economia de pagamento recorrente ajuda empresas e clientes, é fácil entender a razão desse modelo de negócios continuar ganhando força em todos os setores a despeito da pandemia. 

Leia o texto e entenda melhor o que é a economia de pagamento recorrente e como ela ajuda os clientes e se mantém em alta.

O que é a economia baseada em pagamento recorrente?

A economia baseada em assinaturas, ou em pagamento recorrente, refere-se ao modelo de negócios baseado em vendas por assinaturas, planos e mensalidades, fazendo com que a empresa obtenha receitas regulares. 

O foco dessas assinaturas é monetizar relacionamentos contínuos com os clientes, bem como seguir o desenvolvimento de produtos mais tradicionais e estratégias de competição de mercado.

Como funciona?

A economia baseada em assinaturas é resultado de um modelo de negócios por assinatura, construído com base na ideia de que as empresas podem capitalizar no valor agregado dos relacionamentos com o cliente através delas. 

Basicamente, desde que os clientes vejam um produto ou serviço como parte vital de seu próprio modelo de negócios, ou de sua vida, eles continuarão a pagar por isso.

Os clubes de assinatura prosperam apenas quando os clientes obtêm valor de longo prazo através do que a empresa oferece. 

Para isso acontecer, as empresas de assinatura devem construir relacionamentos sólidos com seus clientes, entendendo o que as pessoas valorizam em seus produtos e identificando oportunidades de melhoria.

Os fatores principais para a aderência dos clubes de assinaturas são: conveniência, redução dos custos e personalização

O crescimento da entrada no mundo digital, especialmente durante a pandemia, bem como o amadurecimento dos ecossistemas de tecnologia criaram novas formas de relacionar-se com as empresas e satisfazer necessidades.

A nova era digital está moldando o estilo de vida dos consumidores e a economia de recorrência aparece como um caminho próspero. Fique por dentro desse mercado promissor acessando o Blog Betalabs.

Luan Gabellini

Luan Gabellini

Sócio fundador da Betalabs, especializado no desenvolvimento de plataformas de e-commerce, Clubes de Assinatura e Sistema de gestão ERP.

Conheça a Betalabs
Luan Gabellini

Luan Gabellini

Sócio fundador da Betalabs, especializado no desenvolvimento de plataformas de e-commerce, Clubes de Assinatura e Sistema de gestão ERP.

Conheça a Betalabs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados